Capitalismo criativo

A reportagem de capa da que acaba de chegar às bancas é sobre capitalismo criativo. Bill Gates, fundador da Microsoft, se reinventado, conclama empresas, governos e organizações sociais a criar formas inovadoras de incluir a parcela mais pobre da população mundial na economia de mercado. Gates diz que o desafio é criar incentivos de mercado para que as empresas desenvolvam negócios com as populações mais pobres. O que elas ganhariam com isso? Lucros e reputação.

Contribuição: Marli Sanches – marli.sanches@ms.sebrae.com.br

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s