Estratégia

Concentração de poder

Por que a execução da estratégia se desfaz – e o que fazer a respeito

O site Harvard Business Review publicou o artigo Why Strategy Execution Unravel – What to do about it sobre as dificuldades encontradas pelas empresas na execução da estratégia.

Aqui, vamos apresentar a versão traduzida e adaptada com dicas para empresários sul mato-grossenses, com foco na gestão de empresas de grande porte, a partir do estudo realizado com mais de 250 empresas de grande porte nos Estados Unidos. Confira!

(mais…)

Anúncios

Procuram-se empresas com propósito

ID-100162775Ok, o mundo dos negócios visa mesmo é o lucro. Isto é fato. É o que move o mercado competitivo, e faz ser importante inovar, agradar o cliente e ter excelência no atendimento. Mas se o seu negócio desaparecesse amanhã, que falta ele faria ao mundo?

Com essa pergunta, o especialista em inovação e estratégia empresarial, Luis Eduardo de Carvalho, tem instigado empreendedores brasileiros a pensarem qual a razão de ser de seus negócios – o seu “propósito”.

“O propósito vai além da missão; podemos dizer que ele é a contribuição da empresa para o mundo; sua razão de ser”, expõe. Para ele, ter um forte senso de propósito leva as empresas a alçarem voos mais altos.

Quer saber mais dicas do especialista? Clique aqui e ouça o podcast com Luis Eduardo.

Por Janaína Mansilha
Foto: Stockimages /  FreeDigitalPhotos.net

Será que vale a pena investir na sua ideia?

businessmanVocê tem uma grande sacada e quer colocar tudo em prática, antes que outra pessoa o faça. Mas será que sua ideia de negócio tem chances de dar certo e sobreviver no mercado?

Confira quatro dicas da consultora do Sebrae/MS Patrícia Monteiro para aumentar suas chances de sucesso. (mais…)

3 mitos sobre marketing que devem ser esquecidos

size_590_Pessoas-conversando-web

Nos últimos 10 ou 15 anos, o entendimento por parte dos empreendedores sobre o que é o marketing, seus benefícios e características, tem evoluído, permitindo que seu uso seja cada vez mais importante para o desenvolvimento das estratégias empresariais.

Entretanto, alguns mitos sobre marketing ainda persistem e fazem com que esta área seja colocada como “mágica” e responsável por transformar um negócio ou um produto em algo de sucesso notável. Veja três mitos sobre a área: (mais…)

Use o marketing para amenizar crises na sua empresa

size_590_Estresse_dor_de_cabeça_e_cansaçoEspecialista afirma que com as redes sociais os consumidores podem promover ou destruir rapidamente a marca de uma empresa

Marketing não serve apenas para desenvolver produtos, divulgá-los e entregá-los ao público alvo. Uma das funções é responder ao mercado sobre dúvidas ou falhas de um produto ou serviço, antes que as mesmas deteriorem a marca e a reputação da empresa. Este trabalho tem a ver com relações públicas, e com a política de atendimento e pós-venda da organização. (mais…)

Quem é o shopper e quem é o consumidor? Saiba a diferença e aumente suas vendas.

A palavra shopper refere-se ao estado de espírito da pessoa que vai comprar algo. Mas qual é a diferença entre um shopper e um consumidor? Sobre estes e outros assuntos que a especialista em varejo, Bia Cavalcante, conversou com o Conexão Sebrae. Ela participou do Fórum de Varejo realizado em agosto, em Campo Grande. Confira:

(mais…)

Assessoria de Imprensa bem feita traz oportunidades para empresas. Confira dicas:

Falar sobre o poder da assessoria de imprensa na atualidade é o mesmo que discutir o poder da informação. Nas empresas, esse setor tem impacto direto na aparição de novos clientes. Estar em destaque na mídia por meio de uma boa assessoria é uma estratégia eficaz de marketing. (mais…)

Como fazer sua empresa aparecer na internet

Antes de começar a fazer milhares de perfis do seu negócio nas redes sociais, entenda o que o cliente espera de você.

Os empreendedores de hoje já não cogitam ficar longe da internet. Ter uma página do seu negócio, que seja apenas com contato e endereço, é prática quase obrigatória. O próximo passo, para muitos, é partir para as redes sociais. “Basicamente, o que acontece com uma pequena empresa é que ela não sabe por onde começar”, diz Gustavo Braun, fundador da agência de marketing João Digital. (mais…)

Cinco passos de Kotler para o sucesso em marketing

Philip Kotler é considerado um dos maiores gurus do marketing, confira os cinco passos que ele indica para se destacar no mercado.

1. Chegue sem ser pego pelo radar. A chave para a construção da marca é ter algo bom, que você revela de maneira muito inteligente. Algo que seja até mesmo invisível por um tempo, porque você quer estar fora da tela do radar dos concorrentes.

2. Conheça seu cliente. Você tem que entender e escolher os clientes que você quer atender. Não vá, simplesmente, atrás de todo mundo. Defina o mercado-alvo cuidadosamente por meio da segmentação de mercado e, então, posicione-se como diferente e como superior para aquele alvo específico de mercado.

3. Tenha sua estratégia de branding. Nós não estamos mais em um estado de concorrência; estamos em uma condição de hiperconcorrência. Então, as pessoas estão desesperadamente em busca de algo a que se agarrar, como itens funcionais dos produtos e apelos emocionais a eles. Deveríamos pensar em ter uma palavra, ou uma frase, que ajudasse a construir retenção e lealdade por parte dos clientes.

4. Permaneça à frente da concorrência. O ruim é que, se algo funcionar, seus concorrentes vão copiar e, antes que você perceba, qualquer coisa que você tenha como diferencial será imitada pelos outros. Portanto, você está no ramo da inovação constante. Pergunte-se o tempo todo: “Daqui a três anos, qual será nosso diferencial?”

5. Crie uma experiência. De vez em quando, vemos que alguém desenvolveu uma abordagem totalmente nova para um mercado maduro. Há um grande movimento no sentido de dizer “nós não estamos apenas acrescentando serviços ao nosso negócio e ao nosso produto; estamos, na verdade, tentando criar uma experiência”. Estamos no negócio do desenvolvimento de experiências.

Fonte: Comgurus
Fonte: Estação Sebrae Online
Foto: Web

Entrevista: Consumidor se preocupa cada vez mais com o custo-benefício

Eles são cerca 96 milhões de brasileiros, ou seja, quase metade da população do País, que é 193 milhões de pessoas, segundo o IBGE. Tem renda média entre três e dez salários mínimos e estão na base da pirâmide social. Nos últimos anos melhoraram de vida. Tem mais renda e mais crédito, o que fez com que crescesse o interesse do mercado nestes consumidores.

Segundo o publicitário Renato Meirelles, diretor do Data Popular, primeiro instituto de pesquisa do Brasil voltado para o mercado de baixa renda, a tendência é que cada vez mais as empresas de todos os portes invistam em produtos diferenciados e melhoria do atendimento a chamada classe C, ou classe média, e não somente a ela, mas também a D e a E.

Nesta entrevista ao Conexão Sebrae/MS, Meirelles, que também é colunista de diversas revistas, editor do site Brasil de Verdade e que já conduziu mais de 200 estudos sobre o comportamento do consumidor de baixa renda no Brasil fala sobre o crescimento desse mercado e a tendência para este ano.

Sebrae/MS – È um fenômeno recente o mercado estar mais atento as demandas das classes da base da pirâmide social do País?

Renato Meirelles – Na verdade o fenômeno da entrada dos consumidores da base da pirâmide social, das classes C, D e E, com maior ênfase no mercado se deu em dois momentos no País. O primeiro há 15 anos com o Plano Real, quando ocorreu o controle da inflação. (mais…)